in

A Voz do Imperador – Como os Jogadores Influenciam a História de L5A

Conforme eu havia prometido na coluna anterior, vamos nos aprofundar na forma como os jogadores influenciam a história de Legends of the Five Rings (Lenda dos Cinco Anéis RPG). Uma vez que já vimos como a história do Império se desenrola até a sua expansão para as Colônias, ponto da história de Rokugan que servirá como base para esse artigo, podemos ir direto ao que interessa. Mas antes, vamos falar um pouco sobre o jogo de cartas de L5R.

Desde o começo, o jogo de cartas de L5R tinha uma proposta para se diferençar de seus concorrentes, sendo o Magic: The Gathering o mais famoso deles. A história do jogo seria um ponto forte, ela evoluiria a cada nova expansão e levaria em conta a decisão tomada pelos os jogadores vencedores dos torneios oficiais. No site da Alderac existe uma sessão chamada Sword of Champions que tem o nome de todos os campeões dos campeonatos principais e seus clãs.

Cada jogador monta o seu baralho (deck) com base em uma das facções disponíveis. As mais notáveis são os Grandes Clãs de Rokugan, mas outras opções estão disponíveis dependendo da expansão, como a Irmandade de Shinsei, a Terra das Sombras ou mesmo a raça das Nagas. Uma das competições mais conhecida é o Kotei, que tem de caráter mundial. Cada partida vencida no Kotei geralmente concede pontos de gloria para o clã do jogador, e o clã com maior pontuação recebe maior recompensa na história. Os vencedores do Kotei se classificam para os campeonatos americano e europeu (Gen Con e Campeonato Europeu respectivamente), que permitem que seus vencedores tenham a chance de influenciar a história do jogo de uma maneira mais direta.

Para termos noção de como isso funciona na pratica, vamos focar na Gen Con de 2014, cujo torneio oficial teve como base a expansão Cerco: O Coração das Trevas que se passou na Segunda Cidade, nas Colônias. Vamos ver que além do torneio principal, outros torneios secundários também deram recompensa aos jogadores, permitindo que eles influenciassem ou a história de Rokugan ou uma das cartas que será lançada na próxima expansão.

O Kotei de Primavera 2014

Voz 3.1

O Kotei é uma série de partidas regionais que acontecem nos cinco continentes durante um ano. Geralmente acontece em duas temporadas: primavera e outono do hemisfério norte. Cada temporada serve como qualificador para os campeonatos principais, ou seja, cada vencedor de Kotei pode participar da Gen Con ou Campeonato Europeu sem precisar participar de outros torneios de qualificação. Qualquer pessoa física ou jurídica pode se tornar um Organizador de Torneio. As regras se encontram no site da Alderac e não é de graça. Mas pelo cronograma de eventos, nota-se um grande interesse em sediar esse tipo de evento. No Brasil, houve um Kotei em Curitiba.

Cada participante seleciona seu clã de filiação, uma personalidade desse clã e uma virtude do bushido. Cada ponto de glória que ele conquista no Kotei, computa para o total do clã. Houve diversas maneiras de pontuar no Kotei 2014, seja participando do evento, vencendo partidas e chegando as finais. No final da temporada, somaram-se todos os pontos de gloria recebidos pelos clãs, sendo que a classificação final ficou a seguinte: Garça 748, Unicórnio 566, Escorpião 505, Leão 421, Dragão 397, Louva-a-Deus 357, Caranguejo 316, Aranha 309, Fênix 299.

Com esses pontos, os jogadores afiliados aos clãs puderam fazer uma votação para escolher como esses pontos de glória seriam gastos. As votações aconteceram no Imperial Assembly, site onde cada jogador pode se cadastrar e escolher um clã para se filiar. As opções disponíveis para gasto dos pontos de glória eram:

– 1.000 Pontos de Glória: O Clã ocupa as terras de outro Clã, seja uma ocupação militar ou para atender um pedido de ajuda. Essa ocupação alterará as relações entre esses dois clãs, seja para o bem ou para o mal.

– 750 Pontos de Glória: O Clã será responsável pela morte do daimyo de outro Clã. A relação entre os clãs determinará o motivo por trás dessa morte.

– 500 Pontos de Glória: O Clã obterá uma vitória esmagadora, tanto política quando militar, sob um de seus rivais mais antigo. A vitória será absoluta e não deixará margem para argumentação futura.

– 250 Pontos de Glória: O Clã se apodera de um refém na forma de filho de um Campeão de Clã ou daimyo de família de outro Clã. Esse refém se torna um seguro contra potenciais hostilidades de seu Clã.

– 100 Pontos de Glória: Um herói do Clã derrota um rival em um duelo. A natureza do duelo e a identidade do clã do rival serão determinadas por meio de votação.

Obviamente que cada opção selecionada é desdobrada pela Equipe de História, uma equipe da Alderac focada na história do cenário e por isso tem a responsabilidade de amarrar as pontas das decisões dos jogadores com a história oficial. Mesmo assim, fazer parte das escolhas de seu clã favorito é muito animador.

Gen Con 2014: O Coração das Trevas

Voz 3.2

A Gen Con é um dos maiores eventos de jogos do mundo e está sediada atualmente em Indianápolis, Indiana-EUA. Desde 1996 há um campeonato de L5R na área de jogos de cartas da Gen Con e em 2014 não foi diferente. Neste ano, o tema do evento foi baseado na expansão para o jogo de cartadas chamada Cerco: O Coração das Trevas, que abordou a invasão da Naga das Trevas e seus asseclas a Segunda Cidade, a capital das Colônias.

O evento contou com um formato um pouco diferente dos outros anos, com os sucessos e os fracassos influenciando o andamento da história. Assim como no Kotei, além do clã, cada jogador deveria selecionar uma personalidade de seu Clã e uma virtude do bushido antes do inicio do torneio.

Após as partidas de qualificação, os competidores foram então separados em seis grupos de dezesseis jogadores cada. Quatro grupos disputaram o Evento Principal, que levaria ao título do torneio, e os outros dois disputaram o Segunda Chance, uma espécie de repescagem. Cada um desses grupos disputou um torneio particular cujo vencedor se tornou o Campeão de um dos seis distritos da Segunda Cidade: Distrito Imperial, Distrito dos Artesãos, Distrito Comercial, Distrito dos Templos, Distrito Militar e Distrito dos Camponeses.

O Campeão do Distrito ganhou a oportunidade de combater um dos generais da Naga das Trevas pela sobrevivência do Distrito. Se o Campeão do Distrito vencesse, o General Naga seria morto e o distrito ficaria a salvo. Se o General Naga vencesse, o jogador veria sua personalidade ser morta e o distrito arrasado.

Os seis Generiais da Naga das Trevas eram: a Naga das Trevas, o Coração das Trevas (Distrito Imperial), O Shakash, a Vontade de Knot (Distrito Militar), Quelsa, o Jakla Proibido (Distrito dos Templos), Riddiqesh (Distrito Comercial), Aquele que não Dormiu, o Guardião da Pérola (Distrito dos Artesãos) e Askett (Distrito dos Camponeses). Caso os seis generais vencessem, a Segunda Cidade seria destruída. No entanto, todos os distritos se salvaram nessa etapa do Torneio.

Os oito melhores classificados de cada grupo do Evento Principal passaram para a etapa seguinte do torneio e disputaram partidas eliminatórias até que o campeão fosse determinado. O vencedor foi Case Kiyonaga, que jogava com um deck do Clã Garça e escolheu Kakita Kae como personalidade do clã. Jason Aiken foi o segundo colocado e também jogava com um deck do Clã Garça. Sua personalidade era Daidoji Tobei.

Durante a última investida da Naga das Trevas, Kakita Kae foi figura fundamental em sua derrota, sendo auxiliada por Daidoji Tobei nessa tarefa. O resultado final dos eventos da Gen Con 2014 pode ser conferido na história Cerco: O Coração das Trevas – O Final (em inglês).

Além de definir o resultado final deste capítulo da história de Rokugan, a personalidade escolhida pelo vencedor da Gen Con ainda terá um papel importante no crescente conflito entre os Tradicionalistas, uma força leal a Iweko Seiken, e os Progressistas, apoiadores de Iweko Shibatsu, ambos filhos da Divina Imperatriz Iweko. Essa parte do prêmio ainda está sendo desenvolvida pela Equipe de História e deverá refletir os acontecimentos da Gen Con em uma parte maior da história do cenário.

Eventos Paralelos

Além dos jogos de cartas, os participantes da Gen Con também puderam participar de uma série de eventos paralelos ligados a L5R, e o mais legal de tudo é que todos contavam com premiação de história para os vencedores.

Referente aos jogos de cartas, houve três eventos paralelos. Um foi somente para convidados chamado O Último Vestígio de Loucura, onde o vencedor escolheria a personalidade que derrotaria uma cópia criada com o Ovo de P’an Ku. O segundo foi um torneio de big deck (baralho com 100 cartas) chamado Um Conto do Passado, cujo vencedor escolheria uma personalidade para ser retratada em um romance. O último, chamado a Desgraça Derradeira, premiou o vencedor do torneio Segunda Chance, que pode escolher uma personalidade para acompanhar o daimyo do Clã Escorpião na caça ao corpo corrompido de seu pai.

Outro evento foi o Campeonato de Fantasias, onde os competidores se apresentavam caracterizados com roupas de seu clã favorito. O vencedor dessa competição vai inspirar as roupas de um personagem em uma das cartas da nova expansão, e terá seu nome creditado na carta!

Voz 3.3

Por último, houve uma sessão de RPG de Legend of the Five Rings durante a Gen Con para o lançamento do suplemento Unexpected Allies. A conclusão da sessão terminou uma petição feita pelo Clã Caranguejo à Divina Imperatriz para permitir iniciar uma guerra contra o Clã Aranha. A Divina Imperatriz concedeu sua permissão!

Concluindo

Além de oferecer um cenário fabuloso e um conjunto de regras robusto, que permite uma série de estilos de jogo (espero falar sobre isso em breve), a Alderac acertou em cheio ao permitir que os jogadores possam participar da história do cenário. Com certeza, para o jogo de cartas, a possibilidade de influenciar na história do jogo é um forte chamariz para novos jogadores e para manutenção dos veteranos.

Para o RPG, além das sessões especiais, os jogadores cadastrados no Imperial Assembly podem participar da votação que decide como serão usados os pontos de glórias ganhos nos torneios de carta. Pode-se também acompanhar os contos que são lançados frequentemente e que narram as consequências das decisões dos jogadores e usar como base em uma campanha. Pena que os resultados nem sempre são aqueles que esperamos. Ainda bem que ser mestre nos permite mudá-los.

Para mim, o mais legal disso tudo é acompanhar como a história do cenário vai evoluindo anualmente e sem precisar dar grandes saltos na cronologia. Os torneios vão acontecendo e pode-se acompanhar os resultados semanalmente no site de L5R. A história vai se desenrolando a cada novo conto lançado e quando chega a Gen Con ou o Campeonato Europeu, torcemos para a história se desenrole de determinada maneira. Realmente dá vontade de jogar o jogo de cartas só para poder fazer parte da história.

Autor: Rafael Viana Silva
Equipe REDERPG

 

What do you think?

0 points
Upvote Downvote

Total votes: 0

Upvotes: 0

Upvotes percentage: 0.000000%

Downvotes: 0

Downvotes percentage: 0.000000%

Deixe uma resposta

Star Wars X-Wing – Jogo de Miniaturas (resenha)

D&D: Construindo uma Cidade (Web enhancement do Livro do Mestre)