Arquivo REDERPG: Variando suas aventuras de Fantasia!

Variando suas aventuras de Fantasia! foi um excelente artigo (2.582 leituras) escrito pelo Newton “Tio Nitro” e publicado no antigo portal em 11 de março de 2004. Confira a seguir.   Variando suas Aventuras de Fantasia! As aventuras de RPGs de fantasia, apesar de fazerem a alegria de milhões, normalmente acabam pecando pela força dos clichês do gênero. Basicamente, as campanhas seguem o padrão taverna-missão-matar-monstros-matar-monstro-final-retornar-com-prêmio. Não que este padrão não seja divertido, mas depois de um tempo, os jogadores ficam afoitos para algo diferente. Existem muitos outros tipos de campanha e aventuras. Vou enumerar as que eu mais identifico nos

Ler mais

Arquivo REDERPG: Jogando Cyberpunk

Jogando Cyberpunk é um excelente artigo escrito pela saudosa Língua de Espinhos e publicado no antigo portal em 14 de novembro de 2003 (2.052 leituras). Este é um artigo que todo Mestre de Jogo deveria ler, não apenas os amantes de RPGs de ficção científica e do gênero cyberpunk, porque suas dicas servem também para outros gêneros. Confiram a seguir.   Jogando Cyberpunk : Algumas coisas simples que podem fazer sua campanha cyberpunk mais atraente Pra começar eu queria dizer que esse texto é relativamente antigo (2000) e que não contém nada que um mestre experiente não saiba. Na verdade ele é 90%

Ler mais

Risus (resenha)

Risus é um RPG gratuito de 6 páginas, escrito por S. John Ross, disponível (em inglês) em http://www222.pair.com/sjohn/risus.htm. Risus se diz um “RPG de comédia” que também pode ser usado para jogos mais sérios. Por causa de suas extremas simplicidade e flexibilidade, ele é dirigido a aventuras rápidas e despretensiosas em qualquer gênero. A grande “sacada” de Risus é substituir os tradicionais atributos, perícias, talentos, etc, por simples Clichês, como Cavaleiro, Vampiro, Criança e Cabeleireiro. Cada personagem recebe 10 dados, como regra, para distribuir entre seus clichês, sendo que um personagem iniciante não pode ter nenhum Clichê com mais do

Ler mais

Piratas do Caribe 4 – Navegando em Águas Nebulosas

Quem poderia imaginar que um brinquedo da Disney se transformaria em um dos maiores fenômenos do cinema. Piratas do Caribe chegou com muito marketing, mas sem grandes expectativas. O resultado foi um filme muito melhor que o esperado. Será que Piratas 4, o primeiro sem o casal Orlando Bloom e Keira linda, continuaria o sucesso? Após deixar seus amigos de outras aventuras, Jack Sparrow decide seguir em uma nova busca: encontrar a Fonte da Juventude. Mas ele não é o único. Espanhóis e Ingleses disputam uma guerra fria pela descoberta da fonte. Jack acaba encontrando uma antiga companheira, amiga, amante;

Ler mais

Física e HQs (VI)

Nesses tempos de Zumbimania, todos já estamos cientes do que estocar na iminência de uma apocalipse zumbi (Mel e Ana-Maria! Sério, vá por mim!). Sabemos quais nossas chances de sobrevivência e tudo que precisamos para matar zumbis ( já deu uma conferida em Outbreak: Undead?). Certo? Nahhhh… Errado. Francisco Assis em seu blog Física Pop, nos mostra que podemos saber como lidar com o zumbi básico cambaleante (brain… brain…), o sprinter (maratonista morto correndo atrás de você!) e o senciente (morto vivo com planos maquiavélicos?!)… Mas e se forem tudo isso junto e mais? O que fazer com os malditos

Ler mais

Arquivo REDERPG: 7th Sea: Fantasia em Capa e Espada

Com este novo portal, muita coisa mudou na organização e demos uma grande “enxugada” nos setores de RPG, deixando-os mais de acordo com a atual realidade do nosso mercado. Contudo, aos poucos vamos resgatando para as novas gerações de jogadores jogos que saíram de linha, mas que valem muito a pena serem jogados, se um dia alguém tiver a oportunidade. Um dos meus RPGs favoritos – talvez o meu favorito – é o 7th Sea. Confiram a seguir uma resenha que fiz para a extinta Dragão Brasil, e que depois foi republicada no antigo portal.   7th Sea: Fantasia em

Ler mais

Tron Legacy (resenha)

Tron é um daqueles filmes que todos conhecem, mas poucos lembram alguma cena – que não seja a corrida de motos. Aclamado como um ícone cultural Geek, Tron foi lançado pela Disney em 1982, quando os computadores pessoais (chamados a época de computadores de mesa) só eram encontrados nas casas de engenheiros e analistas de sistema (quando não era cool ser programador). A nova versão chega para agradar os fãs do original e as novas gerações, que podem carregar com orgulho seus gadgets e finalmente entender porque tantas séries e videogames têm corridas de motos com rastros coloridos. Tron Legacy

Ler mais