Como jogar um bom jogo de RPG: Fazendo bons Personagens!

O que faz um jogo de RPG ser bom? Muitos podem dizer: “Ah, a diversão. Se o jogo foi divertido, foi um bom jogo!” Bem, ser divertido é o propósito de qualquer jogo, seja futebol, pique pega, xadrez, buraco, damas, Counter Strike ou League of Legends. Se o jogo foi divertido, ele cumpriu o mínimo necessário para não ser um desperdício de tempo, afinal ninguém quer dispender horas de seu lazer em algo que não seja, pelo menos, divertido. Ser divertido não é o que faz um jogo de RPG ser bom. Sabe aquele filme cujas cenas lembramos por horas,

Ler mais

Personagens: Motivação e Personalidade

“O vaqueiro estava há horas no celeiro com a Bíblia aberta. Estava novamente atrás de uma pista do Feiticeiro Negro de Cartola, as últimas levaram a um beco sem saída ou não eram relacionadas a ele. O motivo da busca? Pura vingança. Ele passou a vida como um desses bandidos, um atirador até se cansar dessa vida. Encontrou o amor e conseguiu um rancho onde viveriam e criariam a filha. Mas a vida dá voltas como uma serpente parceiro, e quando ele se ausentou para ir à cidade, ao retornar descobriu que a fazenda foi atacada e estranhos tiraram a

Ler mais

D&D 5ª Edição: Atrás dos Escudos: O Desafio Não Convencional

Toda temporada no Project Runway (programa da tv norte-americana no qual o Projeto Fashion da Band se inspirou), um episódio é devotado ao “Desafio Não Convencional”. Esse é um processo no qual os designers se comprometem a ir em um estabelecimento aleatório – seja ele uma loja de artigos baratos, um depósito, um abatedouro – para coletar os materiais temáticos para seu próximo projeto. (Ou ao menos dessa forma sou notificado. Não que eu já tenha assistido o programa por mim mesmo. Ou o Top Chef. Ou o Big Brother. E definitivamente não regularmente o House Hunters; e eu certamente

Ler mais

Mestre ou Narrador: Existe diferença?

Olá, galera da REDERPG! Beleza? Venho hoje com um artigo para reflexão, nada complexo, apenas uma visão própria de um assunto que ainda gera confusão quanto ao entendimento. Os mais famosos e tradicionais jogos de RPG, Dungeons and Dragons em suas diversas edições, e o Mundo das Trevas, em seus diversos cenários, se referem aquele quem conduz a história, representa os PdMs e NÃO controla um PC por nomes diferentes. São dois sistemas que enxergam jogar RPG, conduzir a história, seja lá como preferirem definir, de formas diferentes. Isso endossa a discussão sobre a distinção entre Mestre e Narrador. O

Ler mais

RPG Caracterização: livro de artigos em financiamento coletivo

RPG Caracterização é uma antologia de artigos escritos por algumas das personalidades mais experientes do RPG nacional. O objetivo? Ajudá-lo a tornar seu personagem melhor. Inspirado nas melhores publicações internacionais, cada artigo trata de um aspecto distinto sobre caracterização de personagens, com dicas calibradas especialmente para a mesa de jogo, visando aumentar a sua diversão e a dos seus amigos. Os artigos abordarão variados assuntos que contribuem para um desenvolvimento mais elaborado de personagens no RPG, como arquétipos junguianos, distúrbios psiquiátricos, coerência interna e a intercessão fantasia/racismo. Seu personagem merece mais! A ideia do livro surgiu em uma conversa despreocupada

Ler mais

D&D 5ª Edição: Atrás dos Escudos: Como Mestrar D&D para Crianças

Alguns meses atrás, um amigo me pediu para ensinar a ele e seu filho de 11 anos como jogar D&D. Eu já estava pensando fazia tempo em jogar com meus próprios filhos, então essa foi a oportunidade perfeita. Depois de recrutar alguns combos de pais e filhos, eu organizei uma noite de jogos lá em casa com um grupo de jogadores de 8 a 12 anos e seus pais. O que se segue é como rolou para mim. PREPARAÇÃO E PERSONAGENS PRONTOS Você pode não acreditar, mas nem toda criança quer rolar dados e matar goblins. De fato, uma dessas

Ler mais

O Escudo do Mestre e sua outra face

Não precisamos ir muito longe para descobrir que, cada vez mais, o uso do escudo (biombo, screen para os mais antigos ou simplesmente divisória do Mestre) está se extinguindo. Seja por atrapalhar a visão do Mestre ou pelo mesmo não usar dados em suas aventuras é difícil, hoje em dia, ver um Mestre usando esse equipamento tão precioso. Se pensarmos sobre a origem do escudo, logo chegaremos à conclusão que ele serve somente para o Mestre “roubar” em favor de seus PdMs super poderosos. A maioria dos jogadores pensa desta maneira. E quem quer ser conhecido como “Mestre Ladrão”, afinal?

Ler mais

D&D 5ª Edição: Atrás dos Escudos: Mestrando pela Primeira Vez

Mestrar um jogo de D&D sempre soava assustador para mim. “Não é qualquer um que pode ser um Mestre de Jogo,” eu tinha ouvido alguém falar. “É preciso muita preparação e experiência.” Eu sou uma jogadora relativamente nova de D&D, mas venho pensando há muito tempo sobre me tornar uma Mestra de Jogo. Eu tenho coletado aventuras desde minha adolescência, mas antes do predomínio do Google, eu não tinha certeza do que fazer com elas e eu era muito tímida para perguntar. Recentemente, mais e mais dos meus amigos têm mostrado interesse em aprender a jogar. Tal como eu, eles

Ler mais

D&D 5ª Edição: Atrás dos Escudos: Jogadores Veteranos: Desafio e Oportunidade

Jogadores veteranos podem ser um dos maiores desafios que você vai enfrentar como Mestre de Jogo. Mas ao mesmo tempo, jogadores veteranos já investiram tão entusiasticamente no hobby, de tal modo que eles podem ser também uma oportunidade libertadora. Ao longo dos anos, eu mestrei jogos de D&D para jogadores com uma variedade de níveis de experiência – dos que estavam jogando pela primeira vez a veteranos com trinta anos de RPG. E enquanto eu apreciei cada minuto do meu jogo, eu descobri que mestrar para jogadores experientes pode ser especialmente recompensador. Este artigo da Atrás dos Escudos foca em

Ler mais

D&D 5ª Edição: Atrás dos Escudos: Mestrando na Hora do Almoço: Narrativa Compartilhada

Da última vez, eu falei sobre introduzir os seus jogadores ao básico do D&D e da criação de personagem. Neste artigo da Atrás dos Escudos, eu quero me concentrar em levar os seus jogadores a interpretar e a criar a experiência da narrativa compartilhada, que é parte integrante de Dungeons & Dragons. CRIE UM ESPAÇO SEGURO O primeiro passo para promover um ambiente criativo é certificar-se de que os jogadores sabem que vocês estão todos ali com o mesmo objetivo. Às vezes leva um tempo para os jogadores conseguirem uma interpretação confortável, mesmo se eles estiverem entre amigos. Com grupos

Ler mais

Trabalhando com Histórias Adaptadas

Lok’tar! Já leu um livro ou assistiu aquele filme e imaginou “poxa, daria uma excelente campanha de RPG…” Pois então, nesse artigo vou te incentivar a criar campanhas baseadas nessas histórias. Para o básico você vai precisar da história, protagonista e antagonista, desfecho da história e pontos que contribuem para a aventura. Você também pode incluir pericias, magias e classes. Um exemplo bem interessante que posso dar é inspirado na série de romances do Percy Jackson: http://percyjacksonrpgbr.forumeiros.com/forum   Filmes que podem influenciar ou inspirar campanhas maravilhosas – Stardust, O Mistério da Estrela Cadente: Trata-se da saga de um jovem rapaz

Ler mais

Eu quero ser Jean Reno

Fui mestrar Réquiem esses dias. Nenhum personagem pronto, jogadores livres para serem o que quisessem. Sentindo-me generoso e benevolente, até cheguei a liberar a maioria das Bloodlines. Menos Sangiovanni. Sangiovanni nunca. Na hora de criar os personagens havia dois novatos. Um deles já tinha se decidido por um Khaibit, ou Lasombra New Age como ele preferia chamar, mas o outro permanecia quieto. Folheava e folheava o resumo de Bloodlines que eu havia levado, sempre sisudo, sem relaxar o semblante. Soltava as folhas, lia por cima alguma coisa do livro básico… nada. O tempo passou, ele sempre nesse ritmo, enquanto os

Ler mais

Músicas para suas campanhas de RPG

Lok’tar! Eu sou a mestra Thexuga e vou falar no artigo de hoje sobre trilha sonora para suas campanhas de RPG! Para abrir o jogo com chave de ouro é necessária uma bela ambientação que prepare e estimule os jogadores. E para isso é preciso uma playlist carregada de emoção! Hoje venho trazer para você músicas especiais para se usar na ambientação de cenário, Vou deixar aqui o link de três playlists para estilo medieval, futurístico e variados, na qual inclui músicas para usar em campanhas de piratas, vampiros e steampunk.   Medieval: https://www.youtube.com/playlist?list=PLW_-zvNLr5XWUB4W_Jv19kEwyvJRl0b-b   Futurístico: https://www.youtube.com/playlist?list=PLW_-zvNLr5XXbZXsFYyb_X56kHdmhuA2j   Variados: https://www.youtube.com/playlist?list=PLW_-zvNLr5XXvh4PJrrb_rlT9rx-toA58

Ler mais

Não tenha medo: Use campanhas prontas a seu favor!

De Mestre de Jogo para Mestre de Jogo. Lok’tar, galera! Eu me chamo Thexuga, sou uma das novas escritoras deste site e também Mestra de Jogo veterana. Venho através desse post ajudar com algumas ideias, espero que gostem. Quem é Mestre sabe que às vezes a falta de tempo torna complicada a preparação de nossas aventuras, então buscamos ajuda das campanhas prontas, isso acaba sendo algo crucial na hora de narrar e vem aquela antiga pergunta: clichê ou não clichê? A resposta é simples, não é clichê aquilo que torna um ambiente divertido e, muito bem usado, se torna uma

Ler mais

Dicas de Mestre: Sinergia e Coerência

Olá, leitores! Como vão? Não sou uma narradora tão experiente e tenho mais tempo em jogos de fórum do que no RPG de mesa (propriamente dito). Contudo, me esforcei para aprender a maioria dos RPGs conhecidos e notei, e ainda noto, muitos vícios que perduram até os dias de hoje. O primeiro, e mais clássico deles, é a falta de interpretação por parte dos Mestres de Jogo quando utilizando os antagonistas, monstros e afins. Numa loja (onde há um espaço para se jogar RPG), esses dias, vi um grupo de sete jogadores chegar na entrada de um covil e enfrentar seis

Ler mais