D&D 5ª Edição: Unearthed Arcana: Druida: Círculos Druídicos e Forma Selvagem

Novas opções brotam para o druida esta semana: três novas opções de Círculos Druídicos e uma regra opcional para ganhar diferentes formas besta da característica Forma Selvagem. Nós convidamos vocês para ler as descrições das opções, fazer personagens com elas e ver se vocês gostam delas! Para usar esse material oficial traduzido, basta clicar no link abaixo: UA Druida  

Ler mais

Arquivo REDERPG: O Rei do Inverno, de Bernard Cornwell

Em tempos de Game of Thones, uma outra série de romances está disponível em português que todo jogador de RPG deveria ler – além de O Senhor dos Anéis, é claro. A trilogia de Crônicas de Artur, de Bernard Cornwell, recria o mito do Rei Artur e os Cavaleiros da Távola Redonda sob um ponto de vista realista e histórico. A resenha a seguir do primeiro volume da trilogia, O Rei do Inverno, foi escrita por Daniel Braga e originalmente publicada no antigo portal em 9 de maio de 2003 (1572 leituras). Confiram: O Rei do Inverno Você consegue imaginar

Ler mais

Ira de Ashardalon: tirando da caixa e analisando

Para aqueles de nós que estiveram jogando e curtindo o jogo de tabuleiro Castle Ravenloft, a antecipação só vem crescendo por um lançamento rápido do outro jogo de tabuleiro que vai utilizar o D&D Adventure System, o Wrath of Ashardalon! Tivemos sorte o suficiente de obter uma caixa antecipada para fazermos uma avaliação e, dessa forma, o que eu gostaria de fornecer para você hoje é um artigo breve sobre a caixa e seu conteúdo, e também uma prévia do que esperar do jogo baseado numa olhada básica das regras e seus componentes. Wrath of Ashardalon é apresentado de maneira

Ler mais

Old Dragon (resenha)

O movimento Old School no RPG surgiu praticamente em conjunto com a terceira edição do Dungeons & Dragons e talvez o primeiro título tenha sido o hoje raro Lejendary Adventures, escrito por um dos criadores do D&D, o próprio Gary Gygax e publicado em 1999. No Brasil, o Old Dragon surgiu ano passado inspirado em títulos gratuitos como o OSRIC, Swords & Wizardry mas que também bebe em outras referências que serão citadas a seguir. O livro é em formato A5 e possui papel couché, o que deixa o livro com mais brilho quando posto na direção da luz. A

Ler mais

Guia Prático para a Tecnomagia

Saudações, aventureiros! O objetivo desta coluna é comentar alguns dos efeitos dramáticos e mecânicos de um dos aspectos mais diferentes e polêmicos de Crônicas da Sétima Lua – a Tecnomagia. Polêmico porque realmente a introdução de tecnologia em D&D, ainda mais tecnologia fantástica, sempre parece criar duas reações extremas: amor ou ódio. Alguns não gostam de misturar a fantasia medieval com elementos diversos. Outros apreciam novas perspectivas de fantasia, não importa seu gênero de origem. Esse artigo tentará agradar a ambos, tratando primeiro das conseqüências narrativas e depois revisando pontos mecânicos. Tecnomagia em Campanhas Vamos abordar primeiro dois temas: A

Ler mais

Crônicas da Sétima Lua – Cenário de Campanha (Resenha)

Lançado há quase seis meses, Crônicas da Sétima Lua – Cenário de Campanha (C7L) é um dos poucos cenários D20 lançados por editoras nacionais que não só usa o Sistema D20, mas também segue o espírito do D&D. Criado inicialmente para ser o novo cenário da Dragão Brasil durante a época em que a revista era feita pela Equipe RedeRPG, com o final da parceria entre o portal e a revista, o cenário acabou sendo adotado pela Editora Conclave. As aventuras em C7L se passam em Isaldar, uma das sete luas de Elária, o Mundo Primordial. Algumas centenas de anos

Ler mais

Fungo Incandescente (Multisistema)

“Encontrados especialmente em áreas vulcânicas, teoriza-se que os fungos incandescentes foram criados por uma seita druídica de azers. Acredita-se que estes anões de fogo tentaram invadir nosso mundo no passado, realizando incursões nas áreas mais quentes. Entretanto, ao escravizar e raptar a população dos arredores para seus domínios ígneos, os azers perceberam que a escassez local de alimentos prejudicaria a manutenção de sua mão-de-obra. A resposta a este dilema foi a criação de uma forma de vida que suprisse as necessidades dos mortais e que sobrevivesse às inóspitas condições ambientais.” “Se realmente ocorreram estas incursões do plano do fogo, elas

Ler mais

O Tecnomago (C7L Errata)

Infelizmente, erros acontecem. Estamos disponibilizando a nova classe básica tecnomago, porque ficou faltando uma parte dela no livro Crônicas da 7a Lua – Cenário de Campanha. Futuramente iremos disponbilizar uma Errata Oficial completa do Cenário de Campanha, que também será colocada como apêndice no próximo livro, o Guia do Jogador. Queremos pedir a ajuda de vocês para fazermos essa Errata Oficial. Qualquer erro ou dúvida que acharem, entrem em contato conosco, aqui no portal e no fórum da REDERPG ou na comunidade oficial do cenário no Orkut: http://www.orkut.com/Community.aspx?cmm=8784780 Pedimos desculpas a vocês por este incoveniente e nos comprometemos a nos

Ler mais

Reia: Notas de Criação do Cenário IX

As Religiões em Réia: um mundo de muitas crenças! Saudações, heróis! Este mês a coluna será sobre um importante diferencial do Réia: as religiões. Diferente da imensa maioria dos cenários de fantasia, Réia não possui um único panteão, ou um panteão principal e panteões regionais. Em Réia existem religiões totalmente diferentes, politeístas e monoteístas, e com outros aspectos antagônicos. A seguir, cada uma das religiões e crenças em Eurone, e suas respectivas divindades. Além dessas abaixo, também existe a Religião Antiga, a fé dos druidas de Eurone, já citada em outros artigos. A Igreja Demiúgica Minosiana Ela possui, além de

Ler mais

As Classes de Personagens em Crônicas da 7ª Lua

Saudações, aventureiros! Da mesma forma que as raças apresentadas algumas semanas atrás, as classes de personagens de C7L tiveram como origem as classes básicas do Livro do Jogador, e enquanto algumas delas se encaixaram perfeitamente no mundo de Isaldar, outras sofreram modificações mecânicas e até mesmo uma nova classe foi criada para refletir a intensidade com que magia e tecnologia se fundem no mundo: o tecnomago. Bárbaros, Bardos, Guerreiros, Rangers, Ladinos e Magos não receberam alterações. São classes bastante equilibradas mecanicamente e com conceitos universais o suficiente para se adaptarem muito bem a um mundo sem deuses como Isaldar. Isto

Ler mais

O Meio-Elfo de Isaldar (versão final revisada)

Saudações, aventureiros! Na última coluna analisamos o processo de elaboração das raças de Crônicas da 7ª Lua. Como prometido, iremos agora abordar os meio-elfos, que foram apresentados ao público por um preview nas páginas da Dragão Brasil. Desde então, foram feitos playtests para se verificar como os vários elementos mecânicos do cenário realmente interagiam na mesa. Os meio-elfos estavam entre os aspectos do jogo que precisaram de uma pequena revisão. Por isso estaremos mostrando ao final do artigo, o texto completo da raça. A decisão de alterar o meio-elfo partiu de sua mecânica, que na terceira edição do D&D tinha

Ler mais

As Raças de Isaldar (e ilustração inédita)

Saudações, aventureiros! Nessa coluna vamos tratar rapidamente dos parâmetros usados na elaboração das raças de Crônicas da 7ª Lua. Assim como em outros cenários, as raças básicas descritas no Livro do Jogador foram adaptadas para o cenário fantástico de Isaldar. Esse artigo pretende dar uma visão por “detrás dos bastidores”. De quebra, trazemos com exclusividade uma ilustração do livro feita por Amélia Carvalho para a nova raça do cenário: um yaksha do sexo feminino. Embora no livro a ilustração seja em preto & branco, aqui vocês poderão conferir a arte original colorida! Todo o trabalho nas raças partiu praticamente da

Ler mais

Os Aventureiros na Sociedade

Saudações, aventureiros! Na coluna desta semana, vamos falar dos personagens mais importantes de C7L: vocês, os aventureiros! Isaldar é muitas vezes chamado de Novo Mundo, pois, exceto pelos orcs, as demais raças estão há pouco mais de duzentos anos vivendo na Sétima Lua. Sendo assim um mundo ainda a se explorar, Isaldar oferece oportunidades únicas àqueles com coragem e determinação suficientes de buscá-las. E isso tornou os aventureiros em figuras de suma importância para os povos do continente de Aldar. Um camponês dos Principados Brilhantes e do Império do Leão Celestial, apesar de bem diferentes, desejam apenas conseguir o suficiente

Ler mais

O Que Caracteriza Uma Campanha de Crônicas da 7ª Lua?

Saudações, aventureiros! Nas duas primeiras colunas abordamos os inúmeros tipos de campanha que o cenário pode comportar e o tom épico do cenário, expresso pelos Luminares e a busca pela Ascensão Divina. Mas fica a pergunta: quais são as características de uma campanha em Isaldar que irão diferenciá-la de campanhas em outros cenários? Além dos Luminares e da Ascensão Divina, outros aspectos são marcantes e característicos de C7L, e acabarão sendo recorrentes em várias aventuras. Podemos de uma tacada só citar o Metal Divino, a Tecnomagia, a Queda dos Deuses (seus desdobramentos, como o surgimento de cultos, heresias e inquisições),

Ler mais

Réia – um novo cenário de Marcelo Telles

Réia é um cenário épico de Cavalaria e Magia, onde os heróis lutam pelo Sacro Império, a luz da civilização ocidental. Inspirado nas canções medievais e nos romances de cavalaria, Réia é a recriação livre da História Ocidental em um mundo de fantasia medieval verossímil, mas ao mesmo tempo possuindo todos os elementos já clássicos dos cenários de fantasia. Um cenário baseado no período histórico do Império Carolíngio, uma versão da Europa do ano 800 A.D. com anões, elfos, orcs, magia… E dragões! Os jogadores encarnam os mais nobres e bravos aventureiros a serviço do Sacro Império e do Imperador

Ler mais