D&D 5ª Edição: Unearthed Arcana: Feiticeiro

O feiticeiro desvenda novas possibilidades mágicas esta semana. A classe recebe quatro nova opções para a característica Origem da Feitiçaria: Alma Favorecida, Feitiçaria da Fênix, Feitiçaria do Mar e Feitiçaria da Pedra. Nós convidamos vocês a lerem as descrições dessas opções, fazerem personagens com elas e verem se gostam. Para usar esse material oficial traduzido, basta clicar no link abaixo: UA Feiticeiro  

Ler mais

Feiticeiros em D&D Next

Mike Mearls Em agosto de 2012, apresentamos uma versão do feiticeiro que representava uma abordagem muito diferente para a classe. Essa versão do feiticeiro transformou o personagem em um guerreiro-mago, combinando perícia com armas com a habilidade de conjuração. Embora esse conceito seja popular, o feedback do playtest nos mostrou que ele se afastou muito do conceito básico da classe para a maioria dos jogadores. Assim, nós preservamos o conceito de um guerreiro-mago dentro da classe do guerreiro, além da opção de se criar um guerreiro-mago por meio de multiclasse. Em relação ao feiticeiro, voltamos para a versão original da classe e

Ler mais

Arquivo RedeRPG: Unknow Armies (resenha)

Unknow Armies é um RPG de horror transcendental e ação furiosa: Pulp Fiction encontra Hellraiser. Confiram a seguir a resenha da primeira edição do jogo feita por Haroudo Xavier, e publicada no antigo portal em 8 de maio de 2003.   Unknow Armies Unknown Armies foi criado após um mergulho no universo do Pêndulo de Focault, de Umberto Eco. Nesse livro, TUDO que é levado a sério de ocultismo foi explorado de maneira magnífica e exaustiva. Daí os escritores de Unknown Armies viram que este caminho já havia sido traçado e fizeram algo diferente. Por isso, Unknown Armies não é

Ler mais

Arquivo REDERPG: 7th Sea: Fantasia em Capa e Espada

Com este novo portal, muita coisa mudou na organização e demos uma grande “enxugada” nos setores de RPG, deixando-os mais de acordo com a atual realidade do nosso mercado. Contudo, aos poucos vamos resgatando para as novas gerações de jogadores jogos que saíram de linha, mas que valem muito a pena serem jogados, se um dia alguém tiver a oportunidade. Um dos meus RPGs favoritos – talvez o meu favorito – é o 7th Sea. Confiram a seguir uma resenha que fiz para a extinta Dragão Brasil, e que depois foi republicada no antigo portal.   7th Sea: Fantasia em

Ler mais

Novidades do D&D da Devir

Otávio A. Gonçalves, editor da linha Dungeons & Dragons da Devir Livraria, confirmou pelo Twitter os próximos lançamentos após o Guia de Campanha de Forgotten Realms. Além do aguardado Poder Arcano (Arcane Power), a Devir confirmou o lançamento em português da linha Essentials, começando pela nova versão da clássica Caixa Vermelha de D&D, o Dungeons & Dragons Fantasy Roleplaying Game Starter Set. Confiram a seguir mais informações sobre esses produtos, inclusive imagens do conteúdo da Caixa Vermelha Poder Arcano (Arcane Power) Arcane Power é o mais recente lançamento da linha de suplementos para jogadores que oferece centenas de novas opções

Ler mais

Trocz – RPG Virtual de browser

No dia 27 de janeiro, foi lançado um novo jogo de RPG através do browser. Trocz é um mundo cheio de magos e feiticeiros que tentam defender suas escolas de magia contra as criaturas do seu mundo. Em Trocz você irá escolher entre duas escolas, Kalil ou Ferluc, uma especializada em magias elementais e de uso de varinha, e a outra escola que utiliza cajados e magias de feitiço, respectivamente. Após escolher sua escola, você terá algumas aventuras (quests) para iniciar no mundo de magia, sendo necessário cumprir uma série de aventuras espalhadas pelo mapa, e ao finalizá-la além dos

Ler mais

Tormenta RPG e Valkária: Como fragmentar um sistema fragmentado

Desde que a OGL foi criada, diversos jogos foram lançadas contendo modificações que adaptavam o sistema D20 da 3ª Edição à ambientação apresentada. Desde os mais diretos como Rokugan d20, que trazia novas classes, armas e monstros; até os mais inovadores como BESM d20, que repensava as classes e apresentava um sistema diferenciado para englobar a magia dos mundos de anime e mangá. No Brasil não foi diferente e houve diversos suplementos e ambientações lançadas e/ou convertidas pra o sistema d20: Crônicas Da Sétima Lua, Crônicas de Avalon, Vikings, Mítica e Tormenta, até então o RPG nacional de maior repercussão

Ler mais

Um Isaldar Mais Sombrio (Parte 1)

O objetivo deste artigo em duas partes é fornecer ideias para realçar o “Lado Negro da Força” de sua Campanha de Crônicas da Sétima Lua. Mais especificamente, iremos dar algumas ideias de como você pode usar os ermos nefastos de Haradath, as Terras da Noite e, é claro, a Ferida. Além disso, vamos finalmente dar algumas dicas sobre como usar a própria Aniquilação. Em minha opinião, em RPG sempre vale a Regra da Lavoisier. Quer ser original? Vá escrever um livro ou roteiro. Em RPG você não tem que ser original, sua história tem que ser intrigante, apavorante, empolgante… ou

Ler mais

O Conhecimento Planar em Réia (ou a falta dele)

Saudações, heróis! Enquanto estamos finalizando o trabalho do Réia: O Califado, o primeiro suplemento do cenário, vamos abordar este mês um tema comum tanto a Eurone, quanto ao Califado (e a todo o mundo de Réia): o conhecimento planar na ambientação, ou melhor, a falta dele. Em Réia, há muito pouco conhecimento sobre os planos e viajar através deles é sempre um grande risco devido a este pouco conhecimento. Magias que possibilitam deslocamento e viagens planares são extremamente raras, exceto as magias de invocação ou expulsão. Mas o que isto quer dizer em termos da ambientação? Isto significa que, desde

Ler mais

Nível de Encontro em Réia

Saudações, heróis! Conforme já comentamos várias vezes, Réia é um cenário com menos itens mágicos que o padrão normal do Sistema d20. Criá-los na ambientação é mais difícil e custoso, e os seus personagens não irão encontrar nenhuma “lojinha de itens mágicos” em cada esquina de alguma grande cidade do continente de Eurone. Isto significa que os seus personagens serão mais “fracos” e terão menos opções do que personagens do mesmo nível de outros cenários d20. Com isso, é necessário o Mestre equilibrar adequadamente o Nível dos Encontros com o nível de poder real do grupo de Personagens dos Jogadores.

Ler mais

Crônicas da Sétima Lua – Cenário de Campanha (Resenha)

Lançado há quase seis meses, Crônicas da Sétima Lua – Cenário de Campanha (C7L) é um dos poucos cenários D20 lançados por editoras nacionais que não só usa o Sistema D20, mas também segue o espírito do D&D. Criado inicialmente para ser o novo cenário da Dragão Brasil durante a época em que a revista era feita pela Equipe RedeRPG, com o final da parceria entre o portal e a revista, o cenário acabou sendo adotado pela Editora Conclave. As aventuras em C7L se passam em Isaldar, uma das sete luas de Elária, o Mundo Primordial. Algumas centenas de anos

Ler mais

Os Idiomas da Sétima Lua

Diversas línguas e dialetos são falados pelos povos de Isaldar. O Império Melkhar codificou e unificou há séculos a Língua Imperial oficial, enquanto que os Principados Brilhantes são famosos pela grande profusão de idiomas, dado seu forte papel como encruzilhada para os diversos reinos. É praticamente impossível, por sua vez, atravessar as ruas de Concórdia, A Cidade da Rosa Branca, sem ouvir pelo menos cinco línguas diferentes sendo faladas. A seguir estão descritos os principais idiomas das terras de Aldar e de suas ilhas. Ashkatani: É a língua das bravas amazonas de Cimeris. Um idioma alegre, ousado e orgulhoso que

Ler mais

Réia – Cenário de Campanha (resenha)

Réia é o mais novo lançamento d20 da Editora Caladwin e descreve um cenário de fantasia medieval inspirado diretamente nas histórias do reino de Carlos Magno, fonte primordial das lendas de cavaleiros, dragões e outros elementos clássicos tão conhecidos pelos fãs de RPGs medievais. Em termos de visual, Réia é um livro de capa mole com 48 páginas. A arte interior é P&B, de autoria de Gláucio Marcos*, que possui um traço mais tradicional de fantasia, longe do visual “medieval-punk” que tomou a 3º Edição do D&D. Por se tratar de um cenário quase-histórico, a escolha por Gláucio foi acertada.

Ler mais

Os Orcs de Isaldar

Saudações, aventureiros! É com imensa alegria que retomamos a Coluna C7L, agora uma coluna mensal de suporte para suas campanhas ambientadas no mundo de Isaldar. No último sábado do mês, iremos trazer para vocês mais informações e material de jogo do Crônicas da 7ª Lua. Inaugurando esta nova fase da coluna, trazemos para vocês a descrição detalhada dos orcs de Isaldar. Orcs Os antigos mestres da Sétima Lua são hoje uma pálida sombra de seu glorioso passado. Relegados para a mais maldita e hostil região do continente de Aldar, os orcs são tratados como homens-bestas e caçados por nobres do

Ler mais

Geografia: O Mapa de C7L e os Reinos do Oeste

Saudações, aventureiros! Nesta semana começaremos a apresentar a geografia do continente de Aldar, onde se passam as aventuras de Crônicas da Sétima Lua. Tivemos plena liberdade para o desenvolvimento dos reinos em C7L, e buscamos explorar nesse processo criativo as combinações que a 3ª edição de Dungeons & Dragons tornou possíveis. Assim, embora tenhamos partido de algumas idéias pré-estabelecidas (como a necessidade de uma região para os aventureiros terem como base, um reino bárbaro, um império expansionista, entre outras), o resultado final foram reinos muito variados, que permitem a construção de personagens explorando muitos aspectos do jogo e a elaboração

Ler mais