in

Resenha: Guerra do Velho

Saudações! Não é segredo que o gênero que mais me agrada é ficção cientifica, especialmente uma jornada espacial com ações militares, atos de heroísmo, explicações cientificas, crítica e uma pitada de humor, e o livro Guerra do Velho, de John Scalzi, reúne isso tudo e mais.

Guerra do Velho conta a história de John Perry, um senhor norte-americano morador de uma Terra futurista que no seu aniversário de 75 anos decide se alistar nas Forças Coloniais de Defesa, uma organização militar que protege os assentamentos humanos espalhados pela galaxia e que se reporta apenas a União Colonial, uma espécie de governo extraplanetário envolta em profundos mistérios. John ganha uma nova vida (e um novo corpo), conhece pessoas, cria vínculos de amizade e passa a combater inúmeras raças alienígenas na disputa pelos raros planetas habitáveis.

velho

Publicada pela primeira vez em 2005 e no Brasil em 2016 pela editora Aleph, o livro possui um total de 365 páginas divididos em 18 capítulos e proporcionam uma leitura muito agradável e espantosamente rápida. A história prende não apenas pelas cenas de batalha, mas pela curiosidade e o mistério do novo universo e pela evolução da história de Perry nas FCD. A sua jornada na nova vida literalmente descobrindo e explorando novas possibilidades, novas relações, e seu esforço para conjugar tudo aquilo com seu passado é o principal motivador que leva o leitor a acompanhar a narrativa e a empolgar-se a cada nova verdade revelada, quase como se ele próprio estivesse vivenciando aquela realidade.

Guerra do Velho é o primeiro livro de uma série de, atualmente, 9 livros, sendo 6 principais (1 – Guerra do Velho, 2 – The Ghost Brigades, 3 – The Last Colony, 4 – Zoe’s Tale, 5 – The Human Division e 6 – The End of All Things) e outros três menores (Questions for a Soldier, The Sagan Diary e After the Coup). Recentemente os direitos da obra foram negociados com o canal Syfy que produzirá uma série de TV (Ghost Brigades) baseada no primeiro livro. A Paramount também adquiriu os direitos para levar a história para o cinema e Scalzi já declarou que, apesar de The End of All Things ser o último livro da saga, é possível que ele revisite o universo de Guerra do Velho no futuro.

John Scalzi é escritor, editor e crítico de cinema, tendo ganhado os prêmios Hugo, Locus e John W. Campbell de Melhor Escritor Estreante com Guerra do Velho, o seu primeiro livro publicado. Além da série de livros no universo de Guerra do Velho ele escreveu, entre outros, os livros Redshirts e Lock In.

Guerra do Velho é uma ficção cientifica espacial e militarista muito agradável, com uma leitura moderna, apresentando um rico universo realmente intrigante e um protagonista carismático, com o qual o leitor se identifica sem muito esforço. Apresentando uma trama fascinante com grande conteúdo, Guerra do Velho é, sem sombra de dúvida, uma leitura mais que recomendada para qualquer fã desse gênero literário.

Por Kubiach

Artigos anteriores:

Resenha: A Sombra Vinda do Tempo

https://www.rederpg.com.br/wp/2014/02/resenha-a-sombra-vinda-do-tempo/

Resenha: A Guerra dos Mundos

https://www.rederpg.com.br/wp/2013/05/resenha-a-guerra-dos-mundos/

GURPS Por um Fio…

https://www.rederpg.com.br/wp/2013/05/gurps-cyberpunk-por-um-fio/

D&D 5ª Edição: Escolha seu Caminho: Clérigo

DUNGEONOLOGY: Próximo suplemento de D&D 5ª Edição!