Resenha – Rastro de Cthulhu

Antes de começar esta resenha, é necessário informar que eu NUNCA havia jogado qualquer jogo sobre Cthulhu ou lido qualquer conto de H.P. Lovecraft (o criador dos Mythos, só para esclarecer). Desta forma, dificilmente eu poderia ser considerado um fã ou uma pessoa entendida neste assunto. O porquê desta informação? Bem, o jogo me surpreendeu de forma muito positiva, e as considerações virão abaixo. Rastro de Cthulhu (RdC) é um RPG escrito por Kenneth Hite, baseado nas histórias de H.P. Lovecraft, que adota o sistema de regras Gumshoe, de Robin D. Laws. E bem, a união entre o estilo e

Ler mais

Arquivo REDERPG: It came from the late, late, late show (resenha)

It came from the late, late, late show é um clássico RPG lançado em 1989, onde os jogadores encarnam atores canastrões interpretando personagens dentro de um filme trash, aqueles filmes de baixo orçamento e terríveis “defeitos” especiais. A resenha a seguir é do grande Lúcio Nothlich Pimentel, e foi publicada no antigo portal em 10 de maio de 2003 (984 leituras)– e antes disso no Trails-RPG , o primeiro site brasileiro do nosso hobby do qual a REDE RPG se originou. Confiram! It came from the late, late, late show “Isolada um planeta distante, a bela e atraente Demonia já

Ler mais

O que é Live-Action?

Esse é o primeiro de uma série de artigos de mais de uma década. Alguns foram perdidos e precisaram ser reescritos, outros foram atualizados. Por volta de 1996/1997 eu joguei meu primeiro Live Action (personagem criado em 1996 e Live jogado sob ardorosos protestos: “Mas não vão ter jogos de mesa? Eu não posso mesmo só jogar os jogos de mesa?”) e eu podia jurar que ia ser uma daquelas coisas que fazemos só para provar para alguém que não somos capazes de fazê-la… Acreditava de verdade que ia ser algo momentâneo, feito sob pressão dos amigos e que ao

Ler mais

Ideias de Campanhas: Vikings, Guerreiros do Norte

Quantas vezes você teve uma ideia de aventura ou mesmo de uma campanha inteira e não pode mestrá-la, por qualquer motivo que fosse? Quantas campanhas estão até hoje apenas na sua mente? Estava terminando de ler Vikings: Midgard – lançado pela Conclave – para resenhá-lo (resenha em breve aqui na REDERPG, finalmente), quando a parte sobre os Portais Rúnicos me deu uma excelente ideia para uma campanha… Que obviamente eu nunca mestrarei por minha mais completa e absoluta falta de tempo. Pensando nisso, eu me dei conta que já tive outras excelentes ideias de campanhas que nunca saíram da minha

Ler mais

Arquivo REDERPG: SLA Industries (resenha)

Sla Industries é um dos mais famosos e aclamados RPGs Alternativos já lançados. A ambientação mostra uma ultra-distopia em um futuro longínquo, que combina conceitos baseados numa variedade de estéticas e ideias, com elementos que vão das letras das música de David Bowie, literatura cyberpunk até animes/mangás como Akira e Appleseed. Confiram a seguir a resenha de Haroudo Xavier Filho, publicada originalmente em 8 de maio de 2003.     SLA, um jogo de Techno-Horror “Era até poético. O rosto da Ebon no asfalto, 4 finos cortes que percorriam um rosto antes lindo, a chuva que caia formava quase um caminho perfeito

Ler mais

Mundo das Trevas, Post Mortem.

Resenhas em geral, são feitas aproveitando-se da novidade. No caso dessa série de artigos, os livros do Novo Mundo das Trevas (nMdT) serão analisados anos após seu lançamento. Afinal, podemos agora comparar melhor os livros sob outra luz, inclusive mais objetiva e justa, em relação ao Antigo Mundo das Trevas (aMdT). Como a série pretende tratar de livro básicos e de linhas de livros que não foram lançadas ainda em português, optei por utilizar uma mistura, dando os nomes em português dos sistemas que já foram traduzidos e em inglês aos que ainda não foram (evitando uma tradução não-oficial). O

Ler mais

WoW: Quando o Jogo vira trabalho

WoW: Batendo o ponto pela última vez – Quando o Jogo vira trabalho World of Warcraft (WoW)definiu como descrevemos e jogamos jogos onlines. Em poucos anos ninguém lembrará de Second Life, Sims Online, Lineage, mas World of Warcraft surgirá em paródias televisivas nos próximos 30 anos. Quando menos esperarmos, lá estará Thrall enfeitando a mesa da sala do grande hit do verão no meio do século. Warcraft é um fenômeno cultural. E o melhor MMO já desenvolvido. Então porque está sendo tão fácil largar o jogo após 4 anos de diversão? Durante 4 anos fui um assíduo frequentador do mundo

Ler mais

Classes Sombrias do Heroes of Shadow

Personagens de Dungeons & Dragons compartilham certos aspectos, incluindo uma necessidade de emoção, de explorar lugares misteriosos, e uma resignação em aceitar desafios que pessoas normais não suportariam. Heróis sombrios não são diferentes, apesar de alguns destes personagens terem motivações e técnicas sombrias para enfrentar os perigos colocados contra eles. Heroes of Shadow (Heróis da Sombra) possui todas informações que você precisa para criar e jogar com assassinos, paladinos e bruxos possuidores do poder sombrio. Também neste livro estará a classe Vampiro, que permite jogar com uma criatura da noite em toda sua glória sombria. Nesta amostra, vamos examinar os

Ler mais

Arquivo REDERPG: 7th Sea: Fantasia em Capa e Espada

Com este novo portal, muita coisa mudou na organização e demos uma grande “enxugada” nos setores de RPG, deixando-os mais de acordo com a atual realidade do nosso mercado. Contudo, aos poucos vamos resgatando para as novas gerações de jogadores jogos que saíram de linha, mas que valem muito a pena serem jogados, se um dia alguém tiver a oportunidade. Um dos meus RPGs favoritos – talvez o meu favorito – é o 7th Sea. Confiram a seguir uma resenha que fiz para a extinta Dragão Brasil, e que depois foi republicada no antigo portal.   7th Sea: Fantasia em

Ler mais

O Baralho do Desespero

Segundo informações exclusivas do blog The Dread Gazebo e do site Critical Hits, uma das novidades da Wizards of the Coast para os jogadores de D&D 4ª Edição antecipadas no D&D Experience para este ano é mais uma investida na polêmica e acalorada questão de inserir cartas no RPG. Com a idéia de lançamento de qualquer produto mais RPGístico associado a Ravenloft cada vez mais distante, a Wizards parece estar preferindo preparar mais o terreno com iniciativas mais sutis. Uma delas, prometida como um “brinde” da caixa The Shadowfell: Gloomwrought and Beyond, prometida para Maio, é o Baralho do Desespero.

Ler mais

Turbinando os mortos vivos

Em tempos de “zumbimania”, em grande parte por conta da excelente série de TV por assinatura The Walking Dead, o Arquivo REDERPG deste mês também é sobre o tema. Turbinando os mortos-vivos foi um artigo escrito pelo Tzimisce para a edição 94 da extinta revista Dragão Brasil. Ele depois foi publicado aqui no portal, assim como um artigo web-enhacement dele, respectivamente em 4 de julho e 5 de agosto de 2003. Embora as indicações de mecânica de jogo sejam para D&D 3.0, os dois artigos ainda são muito úteis, trazendo indicações de como tornar seus mortos-vivos mais ameaçadores, e que

Ler mais

O Homem-Caranguejo (Storytelling)

Relato: A criatura dita homem-caranguejo tem seus relatos obscuros das mais diversas fontes. Suas origens de fato são desconhecidas. Mas o tempo fora promissor em fornecer várias fontes de histórias e relatos. Claro, ninguém sério ou normal levaria tal hipótese adiante ou a submeteria a verificação. Qualquer criatura sã e consciente definitivamente rirá de um interlocutor assim, exceto talvez “nas Alagoas”, já diriam um ‘Sargento Getúlio’ da vida. No ‘Ciriji’, os clãs mantêm seus registros, ordens obscuras e terceiras mantêm seus registros, ‘aqueles que não são mencionados’ também têm seus registros e suas provas. Afinal, rir de tal fato é

Ler mais

Uma amostra do “Réia: O Califado”

Saudações, heróis! Réia: O Califado é o primeiro suplemento do cenário Réia, que em breve será lançado. Ele irá complementar o primeiro livro da linha, o Réia – Cenário de Campanha, trazendo informações para personagens do Emirado de Andaluz em campanhas ambientadas em Eurone, ou sendo o livro base de campanhas ambientadas inteiramente no Califado. Trazemos agora para vocês uma pequena amostra do que vem por aí: a adaptação do paladino para o universo das “1001 Noites”, o fahir. FAHIR Diz uma lenda no Emirado de Khem que há muitos séculos o mal e a corrupção assolavam o mundo. Os

Ler mais

Guia Prático para a Tecnomagia

Saudações, aventureiros! O objetivo desta coluna é comentar alguns dos efeitos dramáticos e mecânicos de um dos aspectos mais diferentes e polêmicos de Crônicas da Sétima Lua – a Tecnomagia. Polêmico porque realmente a introdução de tecnologia em D&D, ainda mais tecnologia fantástica, sempre parece criar duas reações extremas: amor ou ódio. Alguns não gostam de misturar a fantasia medieval com elementos diversos. Outros apreciam novas perspectivas de fantasia, não importa seu gênero de origem. Esse artigo tentará agradar a ambos, tratando primeiro das conseqüências narrativas e depois revisando pontos mecânicos. Tecnomagia em Campanhas Vamos abordar primeiro dois temas: A

Ler mais

Cloverfield, O Monstro (Multisistema)

Cloverfield é o filme recentemente em cartaz cujo roteiro e produção é de J. J. Abrams, o mesmo criador da série Lost. Ele é sobre um monstro gigantesco – que não se sabe de onde vem – que ataca e aterroriza Nova York nos dias atuais. A história do filme é contada sob o ponto de vista de um grupo de amigos, pessoas comuns no meio de uma situação inimaginável: há um certo tom “cthulesco” no monstro e na história. A REDERPG traz para vocês nesta Bestiário, a ficha do monstro de Cloverfield e de seus “servos” para vários sistemas,

Ler mais