in ,

Filmes clássicos que todo jogador de RPG deveria assistir (parte 3)

ADVENTURES OF ROBIN HOOD, Alan Hale Sr., Eugene Pallette, Errol Flynn, 1938

Esta é a terceira parte da super-hiper-mega lista de filmes que todo jogador de RPG deveria assistir, com links e alguns comentários. Não existe critério nessa divisão, apenas conforme eles foram lembrados e citados.

Muitos desses filmes ainda passam nos canais TCM e Telecine Cult das TVs por assinatura. Divirtam-se e não deixem de conferi-los!

“As Aventuras de Robin Hood” – (The Adventures of Robin Hood): O mais clássico dos clássicos, com o fenomenal Errol Flynn. De quebra tem Olivia de Havilland e o grande Sir Basil Rathbone.

“Robin e Marian” – (Robin and Marian): Sean Connery fazendo um Robin Hood velho e Audrey Hepburn como Lady Marian. Eu considero esse simplesmente o filme definitivo sobre Robin Hood. Robert Shaw é o Xerife de Notthingan. O Coração de Leão quem faz é o fantástico Richard Harris!

“As Cruzadas” – (The Crusades): Bem antigo, do mítico diretor Cecil B. DeMille. Saladino e o Coração de Leão são muito bem retratados e tem boas cenas de batalha, além da antológica cena da comparação entre as espadas. Na História real, Saladino e Ricardo nunca se encontraram pessoalmente, embora ambos se respeitassem e admirassem mutuamente.

“Alexandre Magno” – (Alexander the Great): Com Richard Burton de peruca loura no papel de Alexandre, o Grande. Cheio de cenas antológicas, uma das que eu mais gosto é quando ele se torna rei e assume o comando do exército grego após a morte do pai: “Nada mudou, exceto o nome do Rei!”

“Terra dos Faraós” – (Land of the Pharaohs): Tendo como um dos roteiristas o escritor William Faulkner, ele traz a “imortal” Joan Collins com vinte aninhos no papel feminino principal. Apesar de hollywoodiano, tem umas sacadas interessantes com o conhecimento que se tinha na época sobre o Egito Antigo.

“Os Bravos Tártaros” – (I Tartari): Tártaros x Vikings! Apesar do nome, os protagonistas são os vikings, liderados pelo Victor Mature, lutando contra Orson Welles – sim, o próprio – como líder dos tártaros.

“Alfredo, o Grande” – (Alfred the Great): Conta a história de Alfred de Wessex, que tentou unir a Inglaterra contra os vikings. Com Michael York e Ian McKellen. Quem quer ver uma parede de escudos precisa ver esse filme.

“O Colosso de Rodes” – (Il colosso di Rodi): O primeiro filme do grande diretor italiano Sergio Leone, um épico italiano cheio de ação e intriga na Grécia Antiga, com Rory Calhoun.

“Jasão e o Velo de Ouro” – (Jason and the Argonauts): Com efeitos especiais do grande Ray Harryhausen, tem a antológica cena da luta contra esqueletos.

“As Aventuras do Ladrão de Bagdá” – (Il ladro di Bagdad): Com o “rei” dos filmes épicos B, Steve Reeves, para salvar a princesa de Bagdá que foi acometida por uma maldição, o mais hábil ladrão da cidade vai em busca da lendária rosa azul.

“Os últimos dias de Pompéia” – (Gli ultimi giorni di Pompei): Outra produção italiana com Steve Reeves. Uma história de vingança nos últimos dias antes da erupção do Monte Vesúvio.

“Hércules” – (Le fatiche di Ercole): Fechando os filmes com Steve Reeves, não podia faltar o clássico original, que gerou uma série de outros filmes com ele no papel do mítico herói grego.

“Sansão e Dalila” – (Samson and Delilah): Outro grande clássico de Cecil B. DeMille, com Victor Mature e Hedy Lamarr nos papéis títulos.

“Simbad e a Princesa” – (The 7th Voyage of Sinbad): O primeiro dos três filmes de Simbad com efeitos especiais de Ray Harryhausen.

“A Nova Viagem de Sinbad” – (The Golden Voyage of Sinbad): O segundo filme com efeitos de Ray Harryhausen. Mas quem rouba a cena é a Caroline Munro com sua beleza estonteante!

“Simbad e o Olho do Tigre” – (Sinbad and the Eye of the Tiger): O terceiro e último, com Patrick Wayne (filho do grande John Wayne) como Simbad e a bela Jane Seymour.

“O Incrível Exército Brancaleone” – (L’armata Brancaleone): É cômico, mas genial! Um dos retratos mais engraçados da Idade Média e das histórias de cavalaria, imperdível!

“Monty Python em Busca do Cálice Sagrado” – (Monty Python and the Holy Grail): Outro que apesar de ser cômico é imperdível!

“Quo Vadis” – (Quo Vadis): Outro clássico com C maiúsculo. Peter Ustinov como Nero encabeça um grande elenco com Robert Taylor e Deborah Kerr.

“Os Cavaleiros da Távola Redonda” – (Knights of the Round Table): Com Robert Taylor, Ava Gardner e Mel Ferrer. A história é cheia de liberdades em relação ao mito original, mas ainda assim um grande filme!

“Meu Reino Por um Amor” – (The Private Lives of Elizabeth and Essex): Não se deixe enganar pelo título, é um filme de pirata de primeira! Traz o mito Bette Davis como Elisabete I e Errol Flynn, é claro!

Terminamos aqui a terceira e última parte. Mas vamos continuar com uma nova lista: na semana que vem, vamos trazer os filmes da década de 1980 em diante, os Clássicos Recentes!

Por Marcelo Telles e Luciano P. Giehl, com a inestimável colaboração de Octavio Aragão.

Link para a primeira parte: www.rederpg.com.br/2015/07/13/filmes-classicos-que-todo-jogador-de-rpg-deveria-assistir-parte-1/

Link para a segunda parte: www.rederpg.com.br/2015/07/20/filmes-classicos-que-todo-jogador-de-rpg-deveria-assistir-parte-2/

ADVENTURES OF ROBIN HOOD, Alan Hale Sr., Eugene Pallette, Errol Flynn, 1938
ADVENTURES OF ROBIN HOOD, Alan Hale Sr., Eugene Pallette, Errol Flynn, 1938

Deixe uma resposta

IV Encontro Mensal de RPG e Boardgame do SESC Tijuca (138º Encontro)

Dead Inside RPG (resenha)