D&D: Tumba da Aniquilação anunciada no Brasil: Será que é para o seu grupo?

Este é o segundo artigo sobre Tumba da Aniquilação (Tomb of Annihilation). Em nosso primeiro olhar sobre a campanha, analisamos opiniões coletadas na Internet.

Mas isso foi antes de a Galápagos Jogos, após votação em suas redes sociais, colocar TdA na fila da prensa (nossa surpresa com a escolha de TdA foi zero). Ela será, finalmente, lançada no Brasil. Confira conosco se a campanha é adequada a seu grupo.

Duração

Tumba da Aniquilação é geralmente descrita como uma aventura. Isso pode não ser muito esclarecedor, quando entendemos por aventura uma unidade menor do jogo, compreendendo, vá lá, uma ou duas sessões. TdA é uma campanha. E, numa pesquisa rápida pela net, vi que ela dura, em média, 40 sessões.

É um bom tempo para aprofundar personagens, envolvê-los nas tramas dos diversos PNJs (Personagens Não-Jogadores), que vão de conflitos políticos a tornar-se um campeão nas corridas de dinossauros (essas corridas são um ponto alto, pode apostar).

Ambientação

Tumba da Aniquilação gira em torno de Chult, uma ilha remota no sudoeste de Faerûn (o lugar mais próximo onde se pode sentir aquele feeling anglo-saxão da Costa da Espada é Amn, no continente).

Pense em calor – muito calor – e num lugar cheio de dinossauros perambulando por selvas úmidas e mortíferas. Tenha em mente, também, um porto colorido e barulhento onde o cheiro de especiarias exóticas e o som de idiomas desconhecidos ganham o ar. Se você curte um clima Indiana Jones, com saques de templos… e tumbas, TdA parece ser uma boa pedida.

Trama Central

Embora um conjunto de acontecimentos e intrigas se desdobre em Tumba da Aniquilação, a trama central gira em torno da Maldição da Morte. Pessoas que já se beneficiaram de ressurreição, começam a definhar e… morrer. Algo cria esse efeito e aprisiona almas (calma, não é spoiler… tudo isso é contado antes de a aventura começar). Isso instaura o medo entre os ricos e poderosos – gente que tem PO e nível suficiente para iludir a morte. É essencialmente, uma doença de rico. Parece atrativo?

Nível de Dificuldade

Nível pesadelo. Nível o capeta chupa manga e ri. Tão difícil que o ladrão sem divindade logo arranja um símbolo sagrado para empunhar. TdA é muito difícil. O próprio nome da campanha não deixa espaço para dúvidas. Tem até regras para, caso morra, o personagem volte como um zumbi “meio haitiano”.

Liberdade para os DMs

Bastante. DMs que não querem ficar presos na trama central terão muito espaço para criar. Eles têm… uma ilha a seu dispor. Uma leitura cuidadosa de toda a campanha pode dar ideias de que partes alterar e talvez até remover, caso se queira um caminho mais linear até o desafio final. Algumas localidades têm poucos detalhes, o que sugere aos DMs que algo interessante pode entrar ali…

Concluindo

Tumba da Aniquilação é um caldeirão mortal de cores e criaturas enigmáticas, que se baseia em uma trama simples, mas, não por isso, ineficiente.

E aí, é pra você? (Se sim, sempre procure por armadilhas!)

Por Vinnie Pitangui
Equipe REDE
RPG

Share This Post

Leave a Reply